Polícia Civil investiga injúria racial e ameaças virtuais de massacre a colégio de Malhador

Atualizado: 25 de mai.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) confirmou nesta terça-feira, 24, que a Polícia Civil já iniciou as investigações para apurar ameaças virtuais que um escola escola do município de Malhador recebeu através de uma aplicativo de mensagem instantânea.


A Polícia Civil informa que, sobre uma suposta ameaça de massacre e de injúria racial em um grupo de aplicativo de mensagem, no âmbito de uma escola de Malhador, foi registrado o boletim de ocorrência, junto ao encaminhamento de imagens das mensagens”, resume o órgão de Segurança Pública. A SSP informou também que a Polícia Militar estará reforçando a segurança na escola. Em comunicado, a Secretaria de Estado da Educação, do Lazer e do Esporte (Seduc) informou que a escola já prestou um Boletim de Ocorrência (B.O) e aguarda os desdobramento da investigação.



A equipe diretiva do Colégio Estadual José Joaquim Cardoso emitiu uma nota em seu perfil no Instagram, segue a nota:


NOTA DE ESCLARECIMENTO


"Informamos que as aulas no Colégio Estadual José Joaquim Cardoso ocorrerão normalmente, apesar das ameaças de atentado.


As autoridades de segurança já foram acionadas e já estão realizando ações preventivas, com o intuito de proteger toda a comunidade escolar.

FIQUEM TRANQUILOS!"


Com informações da INFONET

0 comentário