Monique Oliveira - Vamos conhecer o texto dissertativo-argumentativo?

Atualizado: 14 de fev.


Olá! Sou Monique Oliveira, professora de Língua Portuguesa, mestra em Literatura pela Universidade Federal de Sergipe. Sou a mais nova colunista do “Malhador em Foco” e gostaria de trazer algumas dicas e orientações sobre Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), especificamente sobre a prova objetiva de Linguagem e a prova dissertativa-argumentativa para vocês, candidatos que desejam sucesso.


Sei que, em nossa cidade, há muitos jovens/ adultos interessados em prestar o ENEM, mas não têm noção de como iniciar o processo de preparação para esse exame. Pensando nisso, apresentarei, mensalmente, alguns textos, dando instruções de como vocês podem melhorar o desempenho na prova objetiva de Linguagem e na produção textual. Com isso, espero contribuir de modo que vocês tenham um entendimento em relação ao que é requerido.


Com uma linguagem acessível, hoje falarei da produção textual e, inicialmente, questiono: vocês conhecem a estrutura textual solicitada pelo ENEM? Caso não, não se preocupem porque explorei algumas especificidades dessa estrutura. Depois, nos próximos textos, comentarei, de maneira minuciosa, os critérios de avaliação, isso inclui as formas de anulação e as competências avaliadas. De certa forma, então, retomarei a estrutura textual ao falar da competência 2.


Para avaliar o nível de escrita do candidato, o Enem exige uma produção textual que deve estar de acordo com a tipologia dissertativa-argumentativa. Isso significa que a prova demanda um conhecimento não só de temas da atualidade, mas também de como deve ser o enquadramento desse texto, já que se deve defender o seu ponto de vista a partir de argumentos convincentes, verídicos e coerentes, pré-requisito básico para uma boa pontuação.


Normalmente, a produção é escrita em quatro parágrafos (deixo claro que esse número não obrigatório, mas aconselhável). Assim, um parágrafo será de introdução, dois de desenvolvimento e um de conclusão. Cada parágrafo deve apresentar as suas particularidades, a saber: no primeiro, deve conter a apresentação do tema-problema e de sua tese; no segundo e no terceiro, deve haver o desenvolvimento de sua tese, sendo exposta de forma detalhada e organizada e, no quarto, deve haver a exposição da proposta de intervenção.


Ao se depararem com o tema, vocês devem pensar como será a introdução, uma vez que esse parágrafo orienta o leitor ao apresentar o problema e a tese. Nele, então, o leitor preverá os possíveis posicionamentos de quem escreve, os quais precisam estar bem claros, o que ajudará estabelecer uma sequência lógica no desenvolvimento.


Concluída a introdução, o próximo passo será o desenvolvimento, parágrafos em que há a justificativa dos possíveis posicionamentos, os quais se baseiam em exemplos, dados, fatos e estudos teóricos. Por ser a parte de maior extensão, vocês devem ter cuidado para não desviar do foco temático. Desse modo, retomar as palavras-chave do tema é essencial e evita, por conseguinte, tangenciar (termo que explicarei nos próximos textos) ou fugir do tema.


Por fim, a conclusão, última etapa da produção textual em que deve haver uma proposta de intervenção. Como o tema é centrado em uma problemática, vocês, candidatos, devem propor uma solução com cinco elementos (agente, ação, modo/meio, efeito e detalhamento). Além disso, ela deve ser coerente com os argumentos expostos, respeitando os direitos humanos.


Vejam que essa produção não é complexa, mas requisita uma familiaridade dos candidatos para que obtenham um bom desempenho. Por isso, aconselho a vocês, enquanto estudantes, uma rotina de produção textual aliada à leitura, pois a escrita é resultante de um processo contínuo e incompleto (costumo falar aos meus alunos que é um laboratório em que estamos fazendo constantes experimentos, sempre testando novas possibilidades).


Por ora, encerro esse texto, no qual quis situá-los sobre as futuras abordagens. Para finalizar, vou deixar aqui um link de acesso a um vídeo sobre a estrutura da tipologia dissertativo-argumentativo. Não deixem de assistir e bons estudos!

Link para acesso: https://youtu.be/ZtccVo9zYn8

0 comentário