Jilberto Oliveira - Arraiá de homenagens


Nem bem acomodou a poeira do evento do “Arraiá Balança, Mas Não Cai”, ocorrido no último domingo (5), a nossa Ativista Cultural Luzia Cláudia realizou na noite de ontem, dia 8, um evento com objetivo de homenagear personalidades que se destacam ou apoiam a cultura local. O espaço usado para a realização desse acontecimento cultural foi o Museu Pedro José dos Santos, um ambiente emblemático para a memória da cultura popular de Malhador e toda a região do Agreste.

A abertura da cerimônia ocorreu de forma animada e descontraída com a apresentação da Quadrilha Forró na Roça a qual é dirigida e marcada por Firmino Neto, pessoa que detém uma larga experiência nesse estilo de dança. Formada basicamente por jovens, a Forró na Roça conta com um elenco de 40 dançarinos os quais desenvolvem uma performance alegre e de muito gingado, características próprias do forró nordestino.

Após a apresentação da Forró na Roça, Luzia deu as boas-vindas e desejou que todos se sentissem acolhidos no evento. Falou sobre os objetivos do encontro e, a seguir, convidou o professor e escritor Jilberto Oliveira para dar continuidade a sua fala. Durante sua exposição, o escritor aproveitou o ensejo para entregar-lhe cópias da matéria publicada em sua coluna no site Malhador em Foco. Na referida coluna, Jilberto fez um retrospecto histórico sobre o “Arraiá Balança, Mas Não Cai” desde a criação até o momento atual.

Dando continuidade à reunião, o escritor malhadorense doou ao Memorial Pedro José dos Santos dois exemplares de suas obras: um de Trilhas do Cipoal e outro de Esquina do Arco-íris, seu recente lançamento.

Representando a área das Artes Plásticas, compareceu o jovem pintor de telas do povoado Alecrim, Sandro Vagner. Este também presenteou o Memorial com um de seus trabalhos.

Porém, a noite era destinada aos homenageados os quais constavam em uma lista enorme, entre eles: Ecinho Rodrigues, Marcos Reis, Matias Lima, Firmino Neto, Gedma Maria, Alisson Marcena, Luzia Cláudia, Cláudio Miguel, Ricardo da Banana, Pierre Feitosa, Memorial Cultural Pedro José dos Santos e Fabiana Oliveira.

Também não foram esquecidas pessoas que muito contribuíram com a cultura de nosso município, mas, que, infelizmente, já não se encontram mais neste nós. Sendo assim, seus familiares representaram esses que estão Im Memoriam. Dentre eles, citamos: Giltinho, Dona Antonieta, Claudelino de Jesus (Seu Linho), Gileno José, Dona Idália, L. José dos Santos (Totó), Josa (O Vaqueiro do Sertão), Seu Rodrigues, Maria de Rodrigues, Zeca de Maura, Raimundo Menezes e Paulinha Abelha.

Além de todos os homenageados, o evento contou a participação de pessoas da comunidade e vários políticos. Dentre eles, os senhores vereadores: Wlademir da Batata (Presidente da Câmara Municipal), Alisson do Nota Dez, Gerinaldo da Palmeira, Jalisson de Givaldo e Tata Gás. Na oportunidade, Luzia presenteou o vereador Wlademir com uma cópia da matéria publicada no site Malhador em Foco que traz um retrospecto sobre o “Arraiá Balança, Mas Não Cai” a fim de que possa constar no acervo documental da casa legislativa do nosso município.

Ao finalizar as homenagens, a Ativista Cultural Luzia Claudia não se continha de tanta alegria e agradecia às pessoas que compareceram, principalmente a Ecinho Rodrigues e Marcos Reis, dois grandes colaboradores que sempre estão ao lado dela, dando-lhe total apoio em todos os projetos. Luzia estava radiante ao lado do professor Cleber, administrador do site Malhador em Foco e de sua prima Gedma Maria, pessoa que idealizou, construiu e mantém o Memorial Pedro José dos Santos. Antes de fechar o encontro, ela mandou um recado: se depender dela, novos eventos culturais irão ocorrer em nossa cidade. Que todos aguardem!



0 comentário