Enfermeiro malhadorense é aprovado em especialização no renomado hospital Sírio-Libanês de São Paulo

Atualizado: 26 de jan.


O enfermeiro Wanderley Williams Santos Silva foi aprovado em residência uniprofissional no renomado hospital Sírio-Libanês de São Paulo, um dos principais hospitais do país. Wanderley, de 23 anos, é recém-formado em Enfermagem pela Universidade Federal de Sergipe - Campus de Lagarto/SE.


“Anseio por aperfeiçoamentos e muitas conquistas na área, além de mostrar mais sobre a ela e mudar a visão de muitos do que realmente é a Enfermagem. Ademais constatar que através de políticas públicas efetivas podemos mudar toda uma linhagem! Sigo bastante ansioso para conhecer o ambiente que irei atuar, aprender e aperfeiçoar minhas habilidades nos próximos dois anos, tenho em mente da mudança gigantesca do tanto na vida pessoal como profissional, mas que será muito enriquecedora.”, destaca Wanderley.


Para ele, o apoio da família foi fundamental nessa conquista. “Sou conhecido na cidade por filho de Nadja de Leda Fateira. Na minha família, eu sou o segundo graduado em educação de nível superior, venho de família de feirantes, mais especificamente fateiros, e hoje estou em um dos melhores programas de especialização do país, Enfermagem em Centro Cirúrgico e Centro de Material e de Esterilização do Hospital Sírio Libanês na cidade São Paulo, resultado de um grande incentivo que tenho desde criança, em buscar educação e aproveitar as oportunidades dadas por ela.


No dia em que saiu o resultado, soube por mensagens de alguns amigos, fiquei sem reação no momento, mas logo caí em lágrimas de felicidade e saí pulando em direção a minha mãe e meu irmão, demorei horas para perceber e ver que aquilo era real... a ficha demorou a cair por muito tempo!”.


Afinal, o que é Residência Uniprofissional?


As residências uniprofissionais foram criadas em 2005, a partir da promulgação da Lei n° 11.129. Em termos técnicos, trata-se de um programa de cooperação intersetorial para favorecer a inserção qualificada dos jovens profissionais da saúde no mercado de trabalho, particularmente em áreas prioritárias do Sistema Único de Saúde.


Os princípios e diretrizes do SUS, inclusive, orientam as Residências, a partir de necessidades e realidades locais e regionais. Podemos dizer que as Residências Uni ou Multiprofissional em Saúde é uma Pós-Graduação Lato Sensu como todo curso de especialização, só que voltada para a educação em serviço e destinada às categorias que integram a área de saúde.


Com duração mínima de dois anos, os programas têm ênfase na prática (por isso utiliza-se o termo educação em serviço). A carga horária prática é um diferencial e capacita o profissional de saúde para o exercício da sua função.


Remuneração


Desde março de 2016, é assegurada uma bolsa para todos os profissionais de saúde residentes, em regime especial de treinamento em serviço de sessenta horas semanais, cujo valor bruto é de R$ 3.330,43.


Porém, em Julho de 2021, o Ministério da Saúde anunciou o Plano Nacional de Fortalecimento das Residências em Saúde, que garante um aumento de 24% no valor dessas bolsas, além de outras ações de incentivo e capacitação dos residentes e das instituições de ensino.


Assim, a partir de Janeiro de 2022, porém, esse valor será ajustado e passará a ser de R$4.106,09. Por ser dedicação exclusiva, você já pode fazer o seu planejamento financeiro com esta remuneração por pelo menos dois anos.



Enfermagem em Centro Cirúrgico e Centro de Material e de Esterilização


A Residência em Enfermagem modalidade de pós-graduação "lato sensu" é destinada ao desenvolvimento de competências dos enfermeir​os nas áreas de clínica médica e cirúrgica, sendo embasada nas necessidades de saúde individual e coletiva, sendo direcionada no planejamento e organização do trabalho em saúde, gestão do cuidado e no desempenho como educador. Está organizada a partir das necessidades da população e da realidade sócio sanitária do Estado de São Paulo entendendo seu papel como referência nacional em serviços à saúde de alta complexidade e nas especialidades.


Os programas de Residência em Área Profissional de Saúde e Multiprofissional seguem as diretrizes do Ministério da Educação, portanto, são desenvolvidos em regime de dedicação exclusiva, com duração de 24 meses, com carga horária total de 5.760 horas, sendo 80% voltadas para a prática em serviço (4.608 horas) e 20% teórico-práticas (1.152 horas). A carga horária é cumprida em jornada de 60 horas e uma folga semanal, programadas em calendário disponibilizado mensalmente e atendendo à diretriz da Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde - CNRMS - MEC.


Para o desenvolvimento acadêmico dos residentes é utilizada como base a Metodologia Ativa de Ensino Aprendizagem, que possibilita a aprendizagem significativa com a combinação entre a experiência, habilidades e conhecimento científico prévios do estudante. Para tanto, são utilizadas ferramentas educacionais que estimulam a diversificação do processo de aprendizagem para a formação da prática profissional, como por exemplo, discussão em Pequenos Grupos, Aprendizagem Baseada em Problemas, Problematização, Práticas de Simulações, Portfólio Reflexivo, Plenárias, entre outras.


A Aprendizagem em Cenário de Prática é facilitada por preceptores (facilitadores), que auxiliam no desenvolvimento gradativo das competências profissionais necessárias para atuação no trabalho em saúde. Para tanto, a residência do Hospital Sírio-Libanês conta com as unidades do seu complexo hospitalar e de uma Rede de Instituições parceiras.


Objetivando promover o desenvolvimento de atributos e competências profissionais que possibilitem aos enfermeiros formados pelo programa de residência exercer a profissão com excelência nas áreas clínico e cirúrgica, no cuidado individual e coletivo, na gestão das pessoas, no planejamento e organização do trabalho, visando a melhoria da saúde e da​ qualidade de vida do indivíduo sob sua responsabilidade.


“Levo comigo a concepção que a educação é o caminho, sinto-me honrado pelo espaço e atenção. Como também, lisonjeado em levar o nome de Malhador comigo, terra onde aprendi o que é ter esperança.” explanou o enfermeiro Wanderley.


Por Cleber Santos, com informações do IEP Sírio Libanês e Sanar Saúde

0 comentário