Contas hackeadas no Instagram provocam prejuízos em Malhador e região; saiba como evitar

Atualizado: 1 de fev.


Continuam os registros de casos de pessoas que são vítimas do “Golpe do Instagram” em Malhador. Estelionatários clonam os perfis da mídia social e simulam vendas de produtos eletrônicos ou eletrodomésticos usados a um preço baixo. Nos últimos dias, várias pessoas foram vítimas dos golpes.


O ponto de partida para o golpe é uma ação de phishing. Criminosos criam perfis falsos de hotéis e restaurantes populares no Instagram e abordam os usuários por mensagem direta (DM), oferecendo promoções. Para ganhar os prêmios, porém, é preciso fornecer o número do celular e clicar em determinado link, que é usado pelos golpistas para capturar as credenciais da conta. Quando a vítima se dá conta da fraude, já não tem mais acesso ao perfil.


De posse da conta do primeiro “infectado”, os criminosos vão nas DM (mensagens do Instagram) de amigos e familiares e pedem ajuda, informando que não estão conseguindo acessar as SMS em seu celular, e pedem para as vítimas receberem a tal SMS, foi assim que as malhadorenses Brenda e Damile tiveram a suas contas hackeadas.


“Usaram o Instagram de uma pessoa conhecida (que também tinha sido hackeada) e pediu para que eu enviasse meu número para receber um código e a pessoa conseguir recuperar o Facebook. Como eu estava ocupada acabei não prestando atenção nos sinais, primeiro enviei um “Print” (cópia da tela do celular) do código e a pessoa pediu para copiar e colar. Assim que copiei a conta saiu do Instagram. Algumas pessoas quase caíram, mas como eu estava recebendo as mensagens, mesmo sem conseguir entrar na conta, avisei pelo Instagram da minha amiga e pedi para algumas pessoas postarem para não cair no golpe, graças a Deus”, explicou Brenda Menezes


O mesmo aconteceu com Maria Damile, mas infelizmente com outro final. “Hackearam o insta de um amigo meu e mandaram mensagem se passando por ele pedindo meu número para enviar um código, e chegou um link né por SMS, aí quando chegou, pediu pra eu mandar pra ele, pronto, desconectou na mesma hora do meu celular e começou fazer a mesma coisa com os meus amigos, dizia que queria um favor, pra mandar um código ou link e a galera mandava pensando que era eu mesma, nisso se foi algumas outras contas também. Sem contar que estavam pedindo PIX, falando que eu queria dinheiro emprestado até uma data “x” e infelizmente teve muita gente que mandou 50, 100, 200 e até 500 reais, me mandaram até os comprovantes pelo WhatsApp, foi aí que eu expliquei”.


De posse das contas, os criminosos anunciaram, nos Stories dos perfis, a venda de móveis e eletrodomésticos usados. As fotos dos produtos eram bastante realistas e mostravam o interior de uma casa. Segundo afirmaram os golpistas, os anúncios tinham o objetivo de ajudar um amigo a se desfazer dos produtos.



O que diz o Instagram


O Instagram afirmou que dispõe de mecanismos de segurança para detectar a ação de invasores e impedir o acesso destes a contas, bem como recursos para proteger a segurança dos usuários. Em nota, a empresa reforçou a importância de desconfiar de publicações que oferecem bens e serviços por preços baixos e orientou os usuários a denunciarem posts e contas suspeitas.


"O Instagram faz uso de sistemas sofisticados para detectar e impedir a ação de indivíduos mal intencionados antes que eles obtenham acesso a contas e disponibiliza recursos de segurança para ajudar a proteger os usuários, como 'autenticação de dois fatores' e 'atividade de login', além de diferentes caminhos para a recuperação de contas, que podem ser encontrados na Central de Ajuda. Recomendamos ainda que as pessoas desconfiem de publicações na internet que ofereçam serviços e bens por um valor abaixo do preço de mercado e pedimos que denunciem através do aplicativo publicações e contas que considerarem suspeitas", afirma a nota do Instagram.


Cinco dicas para evitar um golpe no Instagram


1) Ative a autenticação de dois fatores

No menu de configuração, na opção Segurança, o usuário pode ativar a autenticação de dois fatores para receber um código de confirmação de login por aplicativo de autenticação, SMS, WhatsApp ou outros métodos, como e-mail. Esses dados devem estar atualizados.



2) Ative a solicitação de login

Ao ativar a autenticação de dois fatores no Instagram, você receberá um alerta toda vez que alguém tentar entrar na sua conta por meio de um dispositivo ou navegador da Web. Estes alertas indicarão qual dispositivo tentou fazer o login e onde ele está localizado.


Você pode aprovar ou recusar de imediato a solicitação nos seus dispositivos conectados. Também é possível ver uma lista dos dispositivos que entraram recentemente na sua conta. Para isso, vá em “Configurações”, “Segurança” e “Atividade de login”. Se não reconhecer um login realizado recentemente, você poderá desconectar-se desse local ou dispositivo.


3) Não responda supostas mensagens diretas do Instagram

É importante se certificar sobre quem entra em contato com você por mensagens e só estabelecer diálogo com contatos de confiança. O Instagram reforça que, se precisar entrar em contato, usará a aba “E-mails do Instagram”, que fica nas configurações.


4) Ajude sua comunidade a estar atenta a perfis suspeitos

Avise os amigos e denuncie conteúdos e contas suspeitas tocando nos três pontos acima da publicação, compartilhando o alerta para um post falso ou acessando a conta fraude e denunciando diretamente no perfil suspeito.


5) Jamais forneça dados pessoais para perfis desconhecidos

Por mais tentadora a mensagem e a oferta de benefício, caso não conheça a origem, não avance na conversa e não clique em qualquer link. Os seus dados pessoais são o seu maior bem no ambiente digital, por isso, estar atento para o monitoramento de CPF ou CNPJ e outros dados é tão importante quanto chavear a porta de casa ao sair para a rua.


Novas contas de Brenda e Damile:

@ibrend_alves

@damilesva


Por Cleber Santos

0 comentário